UMA NOVA REFERÊNCIA ENTRE EDIFÍCIOS CORPORATIVOS


Berrini One é um novo marco na cidade. Um empreendimento corporativo Triple A que estabelece um novo padrão de excelência na arquitetura, na tecnologia e, principalmente, nos detalhes.

Av. Engenheiro Luís Carlos Berrini,
105, São Paulo

Pronto para locação imediata.

Entre em contato conosco para receber
informações de comercialização.

Se a primeira impressão é a que fica,
sua empresa será ainda mais admirada.

O PROJETO

ARTE

André Crespo

O artista brasileiro utiliza uma técnica de pintura chamada “efeito sombra”, que inverte as formas convencionais de pintura.

O subsolo do local conta com uma pintura do artista, feita especialmente para este projeto.

Arnaldo Diederichsen

O trabalho do artista tira partido das manifestações naturais em madeiras nobres.

No térreo do Berrini One é possível apreciar uma bela escultura feita exclusivamente para o empreendimento.

Carlos Cruz-Diez

O artista venezuelano é conhecido internacionalmente como uma das principais figuras na arte cinética e já recebeu importantes prêmios - como o Prêmio Internacional de Pintura, na Bienal de São Paulo.

“Eu quero que as pessoas percebam que cor não é uma certeza, mas uma circunstância… A cor está constantemente trocando de circunstância.”

Carlos Cruz-Diez

Exclusividade e sofisticação: obras de artistas renomados
internacionalmente criadas exclusivamente para o Berrini One.

SUSTENTABILIDADE

Certificado Leed

Estamos em processo de obter a certificação LEED de construção sustentável, que avalia o desempenho ambiental de um empreendimento em cinco categorias diferentes.

Green Building

Green Building é uma construção projetada de acordo com práticas mais sustentáveis, garantindo total aproveitamento de recursos reduzindo impactos negativos causados pela sua construção. Seus benefícios são inúmeros: tanto para a Economia, Ambiente e Comunidade.

Para adquirir o certificado LEED, todos os empreendimentos imobiliários recebem pontuações de acordo com alguns critérios ambientais. O Berrini One está buscando a certificação e abaixo você pode conferir a pontuação pretendida em cada quesito.

Estratégias adotadas pelo Berrini One

  • Implementação de um plano de controle de erosão e sedimentação para reduzir a poluição gerada nas atividades de construção;
  • Localização do projeto escolhida estrategicamente, a fim de evitar o desenvolvimento inadequado e reduzir os impactos ambientais na construção de um edifício;
  • Localização em terreno previamente desenvolvido com facilidade de acesso ao transporte público e outros serviços básicos, como restaurantes, mercado, escola e padaria, promovendo a interação com o comércio local;
  • Estacionamento preferencial para veículos de baixa emissão e baixo consumo, bicicletários e vestiários com chuveiros também foram projetados perto da entrada do edifício com a finalidade de reduzir o impacto do uso de carros;
  • Estacionamento projetado para atender, porém não exceder, as exigências mínimas da lei de zoneamento local, para desencorajar o uso de automóveis.
  • Restauração de áreas vegetadas livres e desenvolvimento de novas áreas verdes em ambientes abertos, promovendo a biodiversidade e estabelecendo conexão entre os ocupantes e o meio externo;
  • 100% das vagas localizadas no subsolo para reduzir efeitos de ilha de calor.
  • Mais de 5.000 m² de áreas destinadas a jardins, áreas permeáveis, paisagismo e cultura.
  • O empreendimento dispõe de 56 vagas para bicicletas e dois vestiários com chuveiros para os ciclistas.
  • Existem 48 vagas de estacionamento demarcadas preferencial para veículos de baixa emissão e baixo consumo (Veículos híbridos, elétricos, etc.)
  • 884 vagas de automóveis, todas no subsolo não gerando ilhas de calor.

Para saber mais, baixe o PDF. DOWNLOAD

Estratégias adotadas pelo Berrini One

  • Uso de equipamentos economizadores de água nos sanitários, como bacias com sistema dual flush, mictórios e torneiras de lavatório com fechamento automático para reduzir a demanda por água;
  • Sistema com reservatório de água de reuso com capacidade de 330.000 litros permite o aproveitamento de águas pluviais e condensadas do sistema de ar condicionado para fins não potáveis, como abastecimento da irrigação e alimentação das bacias e mictórios, reduzindo a demanda de água potável no empreendimento;
  • Uso de espécies nativas e adaptadas que demandam menos água para irrigação;
  • Uso de sistema eficiente de irrigação automatizado, provido de controles que reduzem o desperdício de água.
  • O projeto prevê a instalação de medidores de água para melhor controle e atuação no consumo de água;
  • Equipamentos instalados: Sanitários providos de caixa acoplada com descarga Dual Flush;
  • Torneiras com restritores de vazão e sensores de fechamento;
  • Mictórios com válvula de fechamento automático;
  • Captação de água pluvial e dos drenos do ar condicionado para reutilização na irrigação. Com essa medida, 100% da irrigação será feita com água não potável. A água captada alimentará também as bacias e mictórios do empreendimento.
  • Sistema de irrigação eficiente com gotejadores, aspersores e sensores de chuva que permitem o acionamento do sistema somente quando realmente necessário;
  • Com todas as medidas implementadas, é estimada a redução em 48% na demanda de água para a operação do edifício, sendo que essa redução no consumo de água do empreendimento considera os metais eficientes e o uso da água não potável para os sistemas de descarga (bacias e mictórios). (Porcentagem calculada considerando o baseline estipulado pelo LEED).

Para saber mais, baixe o PDF. DOWNLOAD

Estratégias adotadas pelo Berrini One

  • Comissionamento dos sistemas prediais que demandam energia (ar condicionado, ventilação mecânica e sistemas elétricos e hidráulicos) supervisionado por um consultor qualificado de modo a garantir a eficiência destes sistemas;
  • Simulação computacional para avaliar a eficiência energética do edifício de acordo com os parâmetros da ASHRAE 90.1-2007;
  • O sistema de Ar Condicionado composto por um sistema VRV (Variable Refrigerant Volume) de alta eficiência com unidades multi-split, e variador de frequência no compressor elétrico das unidades condensadoras, modulando a refrigeração de acordo com a demanda de temperatura de cada zona climática, contribuindo com a eficiência energética do sistema;
  • A iluminação interna e externa foi projetada com equipamentos de alta eficiência energética para reduzir o consumo de energia;
  • Utilização de gases refrigerantes ecológicos, com baixo potencial de impacto na camada de ozônio e no aquecimento global R-410A;
  • Uso de sistema avançado de automação (BMS) para controlar e monitorar todos os parâmetros operacionais dos sistemas de energia do edifício, com foco na integração de todos os sistemas. Eficiência energética do edifício com otimização operacional e qualidade ambiental do ambiente interno;
  • Desenvolvimento de um plano de Medição & Verificação para avaliar a performance dos sistemas prediais;
  • Previsão de medidores de energia por uso final, permitindo que o locatário crie e gerencie as estratégias de redução e consumo de energia na operação e manutenção de seu espaço;
  • Desenvolvimento de um Plano de Medição & Verificação do Locatário;
  • Contrato de dois anos com um fornecedor de energia limpa, estimulando o desenvolvimento e uso de energia renovável.

Para saber mais, baixe o PDF. DOWNLOAD

Estratégias adotadas pelo Berrini One

  • Área de fácil acesso, localizada no 2º Subsolo, destinada a coleta e armazenamento de resíduos recicláveis (papel, papelão, vidro, plástico e metal);
  • Depósito temporário em todos os pavimentos tipo, em área de fácil acesso, destinado a coleta e armazenamento provisório de resíduos;
  • Desvio de grandes quantidades de resíduos gerados durante a construção de aterros de São Paulo, para reuso na própria obra ou para reciclagem;
  • Uso de materiais sustentáveis, como regionais e com conteúdo reciclado, para minimizar os impactos causados pelo seu transporte e sua extração.

Para saber mais, baixe o PDF. DOWNLOAD

Estratégias adotadas pelo Berrini One

  • Proibição do fumo dentro do edifício, nas fases de construção e operação. Todos os ambientes possuem comunicação visual informando sobre a proibição do fumo;
  • Área específica para fumantes prevista no piso térreo, a mais de 8 metros de distância das entradas, tomadas de ar e janelas, para minimizar a exposição dos ocupantes do edifício, superfícies internas e o sistema de distribuição de ar à fumaça do tabaco;
  • Adoção de estratégias para manter a qualidade do ar interno durante a fase de obras, como a proteção de dutos de Ar Condicionado com plásticos, o armazenamento de produtos com COV em áreas isoladas e ventiladas, e a proteção contra umidade e poeira dos materiais porosos;
  • Uso de adesivos, selantes, tintas e revestimentos com baixo valor de VOC (compostos orgânicos voláteis) para reduzir a quantidade de contaminantes no ar interno, prejudiciais para o conforto e bem estar dos ocupantes;
  • Todos os materiais de Piso instalados no BERRINI ONE estão de acordo com os seguintes programas de rotulagem: Carpet and Rug Institute Label Plus Program, Floor Score Program, e South Coast Air Quality Management District (SCAQMD) rule 1113;
  • As fachadas foram projetadas para valorizar as áreas envidraçadas e, consequentemente, preservar vista para o ambiente externo. Foi projetado um layout que leva em consideração estas estratégias.

Para saber mais, baixe o PDF. DOWNLOAD

  • Você também pode adotar métodos sustentáveis no ambiente onde vive:
  • Recicle: você sabia que mais da metade do lixo da sua casa pode ser reciclado? Basta separar os materiais recicláveis do lixo orgânico e do que não pode ser reciclado e descartá-lo em centros de coleta seletiva;
  • Faça compostagem: o ato de transformar resíduos orgânicos em adubo é benéfico para o meio ambiente. Conheça as composteiras domésticas da Morada da Floresta: saiba mais
  • Precisa mesmo do ar-condicionado? Na maioria das vezes, uma janela aberta resolve o incômodo do calor. Quando for usar o ar-condicionado, aumente em 2 graus. Com essa atitude, você evita que 900 kg de dióxido de carbono por ano subam para a atmosfera. Uma boa alternativa é usar um bom ventilador, que consome menos energia;
  • Utilize lâmpadas fluorescentes: elas são mais econômicas e gastam até 65% menos energia, além de durarem até 10 vezes mais do que as lâmpadas comuns, reduzindo, assim, a geração de resíduos;
  • Prefira eletrodomésticos ecoeficientes: compre apenas eletrodomésticos que tenham avaliação “A” no selo Procel. Eles ajudam a diminuir sua conta de luz e permitem o uso mais eficiente de energia elétrica. Veja no site a lista completa dos eletrodomésticos que tem o selo Procel: saiba mais
  • Feche a tampa da panela: com isso há uma maior concentração de calor e economia de gás de cozinha;
  • Feche bem a porta da geladeira: caso ela fique aberta, há um maior consumo de energia para manter a temperatura. Pense no que quer pegar antes de abri-la. Evite manter a temperatura interna do refrigerador inferior a 5 graus. Isso aumenta o consumo energético em cerca de 7%;
  • Trabalhe em casa: se a sua atividade profissional permite, trabalhe remotamente alguns dias por semana. Ao trabalhar de casa, você gasta menos combustível e diminui o estresse do deslocamento;
  • Desligue o monitor: quando sair da sala de trabalho, desligue o monitor do computador. As proteções de tela também gastam energia que pode ser economizada apenas ao apertar um botão;
  • Reduza as impressões: pense antes de imprimir, com isso há economia de tinta e de papel. A fabricação de mais papel faz com que sejam derrubadas mais árvores, aumentando o aquecimento global e diminuindo a qualidade do ar e da água. Caso seja necessário imprimir, opte sempre pelo papel com selo FSC, imprima só o necessário no modo econômico e utilize os dois lados da folha;
  • Utilize transporte coletivo: caso você não possa fazer home office, tente trocar o transporte individual por coletivo ou bicicleta. Outra opção é dividir o percurso com colegas de trabalho;
  • Vá de escada: crie o saudável hábito de substituir o elevador pelas escadas. Além de economizar energia, você fará um bem enorme para a sua saúde;
  • Racionalize o uso de pilhas: procure usar pilhar recarregáveis. Quando acabar sua validade, deposite-as em caixas coletoras específicas. As pilhas contaminam a água e o solo, com mercúrio e cádmio, e a atmosfera com vapores tóxicos;
  • Faça revisão regularmente em seu carro: dessa forma você economiza combustível e despeja menos CO2 na atmosfera;
  • Fique atento à conta de luz: perceba quantos aparelhos eletrônicos ficam no modo de espera (stand-by) constantemente. Crie o hábito de tirar televisão, DVDs, sons e outros aparelhos da tomada e calcule a economia na conta;
  • Seja um agente voluntário do “apagão”: saia por aí apagando todas as luzes seja em casa, no trabalho, em banheiros públicos, restaurantes ou onde encontrar uma lâmpada acessa desnecessariamente. A conta nem sempre é você quem paga, mas o prejuízo ambiental reflete em todo o planeta;
  • Evite os descartáveis: prefira os alimentos fora das bandejas de isopor, o copo de vidro, as sacolas e guardanapos de pano, enfim, todo produto que se use, lave e use novamente. Assim, você economiza os recursos da natureza e diminui a quantidade de lixo, um dos grandes problemas do nosso tempo;
  • Leia os rótulos dos produtos: evite os que possam conter transgênicos. Na dúvida, não compre;
  • Reflita, inspire outros, plante: se cada brasileiro plantar uma árvore, serão 190 milhões de árvores a mais por ano no país. Se o mundo todo plantar, serão 6,5 bilhões. Uma árvore em crescimento absorve mais dióxido de carbono da atmosfera do que emite, reduzindo os gases responsáveis pelo aquecimento global.

ACESSIBILIDADE

Praticidade e eficiência em todos os acessos.
Total de 21 elevadores, sendo 2 deles exclusivos para acesso durante horário comercial, sem interferência na ala social.


  • Entradas independentes pela Berrini e Bandeirantes
  • Acesso à garagem com hall social e acesso ao térreo com escadas rolantes
  • Circulação de área de serviços totalmente independente
  • Docas de carga e descarga totalmente isoladas da área social
  • Duas escadas rolantes do térreo ao subsolo
  • Edifício divide-se em 3 zonas distintas e independentes (ZB/ZM/ZA) proporcionando maior conforto e rapidez aos usuários.

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

FICHA TÉCNICA


  • Endereço: Av. Engenheiro Luis Carlos Berrini nº 105
  • Projeto arquitetônico: Aflalo & Gasperini
  • Projeto de decoração: Moema Wertheimer
  • Projeto paisagístico: SOMA
  • Obras de arte: Cruz-Diez, André Crespo e Arnaldo Diederichsen
  • Nº de andares: 31
  • Altura do edifício: 140 m
  • Nº de subsolos: 04
  • Nº de vagas: 1157
  • Área locável total: 32.060,93m2

LAJE


  • Infraestrutura para sistema de ar condicionado tipo VRF com controle de temperatura modular.
  • Previsão para forro acústico.
  • Previsão para piso elevado de 15 cm.
  • Pé-direito piso a piso com 3,96 m
  • Pé-direito do pavimento tipo com 2,80 m

PLANTAS

Zona Baixa
Ilustração artística da planta tipo, zona baixa, de 2.358m²

Zona Baixa
Ilustração artística da planta tipo, zona baixa, de 2.358m²

Zona Media
Ilustração artística da planta tipo, zona média, de 917m²

Zona Media
Ilustração artística da planta tipo, zona média, de 917m²

Zona Alta
Ilustração artística da planta tipo, zona alta, de 742m²

Zona Alta
Ilustração artística da planta tipo, zona alta, de 742m²

  • Conjuntos: 1 ou 2 por andar. Previsão para execução de escadas interpavimento.
  • Sanitários: Na Zona Baixa: 2 masculinos, 2 femininos, 1 para portadores de necessidades especiais. Zona Média: 1 masculino, 1 feminino, 1 para portadores de necessidades especiais. Zona Alta: 1 masculino, 1 feminino, 1 para portadores de necessidades especiais. Previsão de 2 prumadas para sanitários privativos.
  • Altura de Laje a Laje: 3,93m em todos os pavimentos de escritórios.
  • Pé-direito útil: 2,80m em todos os pavimentos de escritórios.
  • Carga de piso: 300 kg/m² de carga útil acidental e 50 kg/m² de carga útil permanente.
  • Piso elevado: previsão para piso elevado com altura de 15 cm.
  • Iluminação: previsão de luminárias de alta performance com aletas antiofuscantes e lâmpadas fluorescentes
  • Depósito: Infraestrutura para espaço de depósito de material de limpeza com tanque.
  • Vidros: Vidros laminados, de alta performance e com baixa transmissão de calor.
  • Terraço técnico para receber as unidades condensadoras de ar do tipo VRF, que alimentam todas evaporadoras do conjunto via tubulação de gás refrigerante.
  • Capacidade: Potência instalada de 6.000 kVA. Entrada em média tensão em 34,5 kV, em tripla alimentação da rede da concessionária, que alimenta quatro subestações transformadoras. O transporte da energia das subestações até os conjuntos é feito através de barramentos blindados (bus-ways).
  • Carga de iluminação: 10 W/m²
  • Carga de piso: 30 W/m²
  • Transformadores de pavimento: sala elétrica privativa para receber transformadores 380/220 para 220/127 V em cada conjunto.
  • Geradores de energia: Geração de energia própria para substituição da energia da rede pública nos horários de pico (peak shaving) através de 1 gerador a diesel de 1.000 kVA e 1 gerador a gás natural de 1.625 kVA. O sistema garante o funcionamento do edifício na falta de energia da concessionária.
  • Para Escritórios: 13 elevadores de alta velocidade que chegam a até 5m/s com capacidade para até 26 pessoas. Os elevadores são gerenciados por sistema inteligente com pré-chamada.
  • 3 elevadores que atendem do 4º susbsolo ao térreo.
  • Para Serviço/Bombeiros: 2 elevadores, com capacidade de 1.725 kg e 1.800 kg e velocidade de até 2,5m/s, servindo todos os pavimentos entre o 4º subsolo e a cobertura. O elevador de bombeiros é enclausurado em câmara à prova de fogo.
  • Para Docas: 2 elevadores que atendem as docas para acesso ao subsolo, com capacidade de até 1.500 kg e velocidade de até 1,0m/s que atende do 2º subsolo ao térreo e do mezanino ao 2º subsolo.
  • Vagas: capacidade de 1089 vagas
  • ELEVADORES DE GARAGEM
  • 3 elevadores de passageiros, capacidade para 13 pessoas e velocidade de 1,5m/s, que atendem todos os pavimentos de garagem e térreo.
  • ESCADAS ROLANTES
  • 2 escadas rolantes que atendem o primeiro subsolo e térreo.
  • Circuito interno de TV e vídeo (CFTV) nos acessos e saídas do edifício. Acesso controlado por sistema de última geração de reconhecimento facial para usuários e QR code para visitantes.
  • Sistema central de alarme de incêndio microprocessado com detectores de fumaça óticos e dispositivos endereçáveis.
  • Sprinklers em todo o edifício.
  • 5 escadas de emergência pressurizadas
  • Hidrantes e extintores em todo o edifício.
  • Brigada de incêndio.
  • Porta com abertura automática nos andares para sistema de emergência.
  • Sistema de extração de fumaça e insuflamento de ar limpo em cada pavimento.
  • Infraestrutura para serviços de telefonia através de central única digital (PABX) com ramais dedicados (DDR) gerenciada por provedor de telemática.
  • Infraestrutura para condutores de fibra ótica para transmissão de dados, voz e imagem em alta velocidade.
  • Infraestrutura para acesso a diversas operadoras de sistemas de telecomunicação.
  • Cabeamento estruturado para comunicação via VoIP e vídeo entre os conjuntos e totens de autoatendimento.
  • Supervisão e comando dos principais equipamentos elétricos, mecânicos e de ar condicionado.
  • Interface serial com sistemas de segurança patrimonial e contra incêndio.

LOCALIZAÇÃO